quinta-feira, 12 de junho de 2008

Sem comentários!

"Na semana passada, dois agentes da PSP à civil decidiram entrar no CyberSource.
Logo de inicio não se identificaram e um dos agentes foi em direcção dos clientes e pediu que saíssem dos pc's e se identificassem. Os maiores de 16 com bi não vão para a esquadra e os menos de 16 ou maiores sem bi iriam ter de acompanhar os agentes. Como boa parte dos presentes são alunos da escola Aurélia de Sousa, foram encaminhados para lá afim de se saber que idades tinham, por agentes da escola segura que os senhores tinham chamado.
Posto isto começou a azedar as coisas.
Para quem não sabe o que o é o Cyber Source eu explico: Tratasse de uma loja de Comercio Assistência Técnica Informática, Comercio Online e Projecção de Videogramas em Outros Espaços.
O agente que estava a conduzir a operação começou por pedir os documentos da loja. Eu perguntei quais e ele respondeu todos. Mas todos quais? Folha da segurança social? Resposta rápida. - Isso é da empresa?
Quero ver o ALVARÁ, ora para espaços comerciais com menos de 500m2 não existe o tal Alvará a menos que fossemos uma sex-shop ou algo assim. Os agentes não sabiam isso. Nisto disseram aos meus clientes que se continuassem a vir aqui que acabariam por ser presos porque isto é um salão de jogos. """""Salão de jogos?"""""" Foi a coisa mais absurda que poderiam alguma vez chamar a CS (CyberSource). Mostrei que o counter strike estava licenciado pelo IGAC, mostrei pacto social da empresa em que esta descrito jogos, aluguer de jogos etc. Resposta. - O Sr. Está ilegal então como é que pode estar duas firmas no mesmo espaço? o CyberSource e a Regraplana, Lda.... Tentei explicar o que o nome CyberSource é marca registada no IMPI pela Regraplana, Lda. Resposta, isso não é legal.
Após esvaziarem a loja e verem a documentação da mesma, começaram a mexer nos pc's. Com as maquinas desligadas disseram para ligar as máquinas que queriam ver se tinham pornografia!
Aí eu perguntei, ligar as máquinas? Para quê? Se é uma inspecção os senhores não podem mexer nos pc's, e mais a mais o seu colega já esta a desmonta-los onde é que eu autorizei que mexessem nos pc’s? Nem autorizei que entrassem na loja à civil! Mostrem-me um papel do Juiz a dizer que podem remexer nas coisas! Aí já o outro colega que estava claramente embriagado foi para o armazém, só ouvia as coisas a cair, monitores caixas começou a abrir tudo... Saiu do armazém e foi para o balcão... neste momento eu insistia com o agente que comandava a investigação (palavras dele) para me mostrar o que é que permitia que eles pudessem remexer todo que me dissesse que esquadra era a deles, ele dizia a rir. -não interrompa a investigação…não temos de dar satisfações, como comandante de policia posso ligar e revirar o que quiser...
Alertei-o que ia ligar para a 3ª Esquadra do Porto para pedir ajuda, ao qual ele responde imediatamente.
- Faça isso chame à vontade não deve adiantar muito já que eu sou o comandante máximo dessa esquadra.
A este ponto já só ouvia os pc's a caírem ao chão para que conseguissem chegar ao selo do Windows... (idiota eu que lhes disse que o selo do Windows estava na parte de cima da caixa do PC... após isto sentiram necessidade de ver os pc's um a um).
Não adiantava nada eu pedir cuidado, documentos, nomes pressionar que ia chamar alguém... eles faziam o que queriam.
Liguei para o comando aflito e disseram-me que o comandante não seria, esse, saiu fardado e o adjunto deste estava de férias que iriam mandar um carro patrulha para ver o que se passava.
Chamei a PJ que disseram duas vezes que não podiam vir, a primeira que só se eu estivesse a ser agredido, a segunda já agredido disseram para ligar para o comando.
Neste momento já tinha mandado emails para todas as agências noticiosas do país.
Com a loja em pantanas e sem clientela à porta a inspecção/denúncia/investigação/inspecção de rotina tinha terminado. Já ai disseram-me que tinha até ao meio dia do dia seguinte para apresentar o Alvará na esquadra ou dariam como inexistente. Aproveitei para pedir as identificações que ai sem, mostraram. Posto isto, foram embora...
Passado 20 minutos chega um carro patrulha com 2 agentes fardados que me perguntaram o que se passou. Mostrei-lhes a loja e incrédulos não sabiam o que dizer.
Para meu espanto chega o agente comandante, tinha-se esquecido do chapéu-de-chuva no interior da loja. Imediatamente barrei a entrada pois a loja estava fechada e desta vez não entrava. Como espaço fechado não ia pegar a desculpa da primeira vez que pode entrar em qualquer loja aberta para investigar. Não ligou ao que dizem e decidiu entrar à força na loja, eu segurei a porta e não o deixei. Neste momento olha para o lado e vê os 2 agentes que eu tinha chamado. Mudou de atitude de forma drástica, perguntando aos agentes o que é que os dois estavam aqui a fazer. Nesse momento dá-me um empurrão entra na loja à força alegando que os agentes eram seus subalternos e que legalmente podia agora entrar. Furioso disse aos agentes para ignorarem o que este sujeito disse, e alegarem que ele os tinha pendido na loja e que ele teve de entrar para os resgatar da situação. Virou-se para mim todo descontrolado e disse – Quer a porta fechada então fica fechada. Agarrou a porta com uma força imensa e começou a fechar, era inevitável as testemunhas amontoavam-se, a necessidade de fechar a porta era tal que ele estragou as persianas da mesma, e com todo malícia trilhou os meus dedos na mesma. Ele sabia que não podia fechar a porta que eu estava a fazer força para ele não me trancar na loja e dizer sei lá o quê aos colegas sem que as pessoas cá foram ouvissem. Trilhou-me a mão e deu-me um encontrão. Cai sobre a montra e as peças informáticas começaram a cair todas. Claramente descontrolado gritou aos agentes que não se esqueça do que disse e na esquadra a gente fala... Virado para mim disse o Sr. Está Preso Por Coação.
Um agente entra e deixa porta aberta, eu aproveito para dizer bem alto que o que ele estava a fazer é intimidar os colegas a mentirem por ele, que não tinha autorização para entrar na loja a primeira vez e nem esta.
Resposta. - Eu posso dizer que vim usar a Net e decidi fazer uma inspecção, como podia ver não precisava de a minha autorização. E quanto a esta, veio salvar os colegas de uma detenção forçada por mim…
Prenderam-me, deixaram um polícia à porta com a loja aberta e as traseiras abertas com entrada para ao armazém onde faltam imensas coisas.
Chamaram-me maluco, perguntaram que drogas eu tinha tomado, e negaram o auxílio à vítima pois a minha mão estava magoada. Foi a imediata presença na esquadra da advogada que os intimidou a chamar o INEM e levarem-me para o hospital.
A esquadra estava num frenesim extremo para preencherem a papelada para me apresentarem a juiz imediatamente, para que as testemunhas que ficaram no local não servissem de nada.
Já no hospital passadas 5 horas e raios X, foi à esquadra levantar os papéis para ser presente a juiz no dia seguinte de manhã. Audiência essa adiada para que eu pudesse apresentar defesa e testemunhas. Se vissem a cara do agente quando me viu a descer as escadas para me vir embora, era de um transtorno só.
E foi isto de uma forma sucinta (acreditem) o que se passou."

Entretanto o Nuno Coelho já foi a Trinunal!

"Eis a acusação:
Por ter havido reclamação dos moradores de que aquele local era frequentado por jovens menores que em vez de estarem na escola se dedicavam à pratica de jogos de diversão e que praticavam actos que constituíam à ameaça à segurança publica, pedindo a intervenção desta policia. Trajados à civil desloquei-me na companhia da testemunha (agente que cheirava a álcool) a fim de averiguar a situação e proceder à fiscalização do estabelecimento.
Chegados ao local, identificamo-nos com a carteira profissional (que eu nunca vi.... a não ser no fim), acompanhados da alocução verbal "Policia" depois do ora detido estar ciente da nossa qualidade de agentes da PSP, solicitei-lhe a sua identificação pois ele era o único responsável... bla bla bla, aqui pelo meio das mentiras que ele escreveu veio a parte mais estranha.....
O detido, por razões alheias à minha vontade, escorregou e ficou com uma mão entalada na porta.
Por me sentir ameaçado, coagido e difamado lhe dei voz de prisão.
O detido foi transportado ao hospital de S. João.
Esquece-se de mencionar aqui que me deu um murro no peito, estragou-me os óculos e que com o corpo fechou a porta da minha loja e assim trilhou-me a mão. Não se recordou de não me ter prestado o apoio necessário e ter recusado a minha ida ao hospital Foi a Advogada que os obrigou.

Fui a tribunal e o Sr. Chefe de Policia Alberto António Novais Pereira, matrícula 133027 a testemunha, agente principal Rodrigo António Paiva Pinto Ribeiro Matricula 140388, ficaram a olhar para a sala quando 5 minutos depois de ter entrado sai. Sendo o processo enviado para o DIAP a fim de ser apurada a cabal verdade, pois os factos alegados pela acusação não serem claros.
Cabe ao DIAP investigar e julgar.
Aos agentes foram feitas as seguintes acções:
Queixa na PSP por excesso de zelo e abuso de poder, perseguição policial suscitando investigações internas.
À vizinha mais uma queixa para o DIAP por perseguição.
Aos agentes da PSP por agressão e destruição de propriedade.
Aos agentes queixa por danos psicológicos e patrimoniais.
A PSP por perseguição.
Aos agentes por perdas e lucros cessantes.
Aos agentes por calunio injurias e coação.
Ainda mais algumas serão apresentadas a devido tempo.

Agora o DIAP vai ouvir mais de 25 testemunhas e fazer algo.
O Cyber Source está aqui para durar. Pelo menos esta batalha foi ganha."

Uma vergonha que eu gostaria de ver a nossa TENDENCIOSA COMUNICAÇÃO SOCIAL dar o destaque que ela merece!!! Mas o que interessa é o Scolari e os seus meninos....

Podem ler isto no:
http://fraglider.sapo.pt/forum/viewtopic.php?t=27993

15 comentários:

Anónimo disse...

Esse filho da puta de bofia de merda que entrasse assim na minha loja e ia ver se não levava logo tiro de caçadeira.Esta merda está a voltar aos tempos da pide.Nao pode ser,isto vai dar estouro e que vai pagar sao os bofias que não têm nada a ver.olhem aquilo que eu vos digo.

Anónimo disse...

Autêntica vergonha!!
A policia serve para nos proteger, mas quem nos protege deles???

Anónimo disse...

filhos da puta,cada vez da mais nojo esta merda,o povo tem culpa disto porque em vez de estarem a dar atençao e mais n sei o que aqueles filhos da puta na suiça que sao pagos a peso de ouro e nunca na vida irao saber o que e trabalhar para terem uma merda de ordenado ao fim do mes... estivessem a ver no que este pais se esta a tornar...a revolta tem começar...

Anónimo disse...

Sr. Chefe de Policia Alberto António Novais Pereira, matrícula 133027 a testemunha, agente principal Rodrigo António Paiva Pinto Ribeiro Matricula 140388

ULtra YB disse...

inacreditavel... filhos da puta

Anónimo disse...

e mais eles agora proibem manifestaçoes devidamente autorizadas!naquela contra as SCUTS no Porto tentaram cortar o transito para que nao houvesse nada e ainda tentaram intimidar alguns condutores mas nessa vez a populaçao virou se a eles e eles calaram.se como ratos que sao

ACAB

adepto disse...

inacreditavel, mas as vezes e bom o povo que nada tem a ver com bola e tanto critica o povo das claques, assim ja lhes toca e ja sabem que 90% da nossa policia nao vale nada.
ainda ontem no restelo o comissario agrediu dentro de campo uma seccionista do clube e ninguem lhe fez nada, nem receber a queixa quiseram.
o pais esta entregue a um bando de animais

Anónimo disse...

Moradas dos meninos alberto antónio e rodrigo antónio? São do Porto? Onde se pode encontrar esses meninos à civil? Quem tiver essa informação que coloque aqui para se dar o devido seguimento ao assunto

Anónimo disse...

Anonimo de 17Jun2008, 15h09. Com o nome e numeros que o outro tanso deu deves conseguir chegar as pessoas, se estiverem correctos claro. Assim ja podes dar seguimento, ou precisas de mais alguem? Nao sou policia mas o teu comentario meteu-me nojo. Ass: Benfiquista em Paris... PS: Tb queres a minha morada? Arranja-se.

Anónimo disse...

O DIA VAI CHEGAR...

CONTRA A REPRESSAO

O FASCISMO AFINAL NAO ACABou

25 DE ABRIL JÁ!

Anónimo disse...

E preciso mobilizar todos os bairros de lisboa e preparar todos para o dia da grande guerra.O dia em que todos os fascistas vão ter que tombar seja ao murro,á facada,ao tiro na cabeça,á decapitação ou á bomba no carro.
e o Saramago tem que servir de exemplo.

Anónimo disse...

Prontos já todos os policias sabem onde é o establecimento, área 3ª Esquadra (saber junto).
Moeda com moeda se paga.
O proprietário do esblecimento se nada ¨temia¨ então porque tanto entrave colocou aos agentes?ROF
Um conselho ao mesmo...mude-se, desapareça do mapa.
«charoscarrotanal» mensagem a enviar.

Anónimo disse...

Parece-nos que não está a contar a verdade Sr. Nuno Coelho.
Seja sério e não engane os outros. Olhe que a mão entalada foi o senhor a tentar impedir que o agente entrasse pela porta para o fiscalizar, acto continuo ordenou aos seu "capangas" que destruissem as provas de navegação imprópria nos computadores. Sabe tanto como muitos que as suas actividades não são legais.
Mais, o facto de ter estado no tribunal e ser ouvido em cinco minutos deveu-se, contráriamente ao que diz, a apenas ser preciso que confirma-se a sua identidade. Pois quanto à acusação o juiz não teve dúvidas. Por tal facto remeteu o processo para o Tribunal de Instrução Criminal, afim de ser dado o encaminhamento processual. Por isso não se engane a si próprio nem esteja a tentar ludibriar os mais incautos.
Como proprietário de um establecimento frequentado por jovens devia ser um exemplo de ciadania, o que parece não ser o caso.
Estaremos aqui para ver o desfecho, se ainda cá estiver.
«Espero que pubiquem este comentário.»

jojesa disse...

Como polícia, cidadão, e pai, se, e repito, se, algum dia as entidades competentes, diga-se autoridades policiais e judiciais não actuarem num caso semelhante a este que me envolva ou envolva algum dos meus familiares, esses "marmanjos" que se passar por vitimas, vão saber o que é O DIREITO DE RESISTÊNCIA...
Se a policia é má e não funciona,bom despeçam-nos todos e entreguem a ordem ao pessoal da ACAB...

Anónimo disse...

Ameaças dos senhores policias? Ui ao que isto chegou ..